Maria Poesia

Psicanálise e a Poesia na Vida Cotidiana.

A gente inventa a vida para caber dentro dela.

Textos



Nas vozes abafadas e amordaçadas pela dor .
Nas mortes brutais dos sonhos em vaziez que dilaceram e aniquilam a alma.
Na deiescência das escaras - feridas que vertem sangue e pus.
 
São
...as palavras de carinho e de ternura - que - como espermas  se derramam na linguagem do coração...
...fecundam o pensamento na aura do mormaço quentinho do cio dos afetos,
parindo os bons encontros na eternidade da existência e que
“transtraz a esperança mesmo no meio do fel do desespero”.

 
Neusa Maria  04.01.2015
 
*Dedico estes versos a todas as pessoas - que como eu sofrem os reveses da vida.Sintam minhas palavras como sopros quentinhos de ternura e muito carinho nas suas feridas abertas.
 

*“A vida é ingrata no macio de si, mas transtraz a esperança mesmo no meio do fel do desespero”.
(Guimarães Rosa)

 

 
Neusa Maria
Enviado por Neusa Maria em 04/01/2015
Alterado em 30/01/2016
Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Sonhos, Poesia e Psicologia