Maria Poesia

Psicanálise e a Poesia na Vida Cotidiana.

A gente inventa a vida para caber dentro dela.

Áudios

Vem...dança comigo?
Data: 19/04/2013
Créditos:
Poesia de Maria Poesia.
Voz:*Carlos Aar Oliveira
Trilha Sonora:À média Luz

*O poeta Carlos Aar Oliveira - daqui do recanto das letras - gentilmente solicitou meu poema para editar em sua escrivaninha.
Obrigada por me ceder a gravação e permitir a edição aqui no meu cantinho também.
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Vem...dança comigo?


Vem...

Me rodopie...
Quero tremer de excitação,
e saltar de entusiasmo.
Amarra as tuas mãos na minha cintura,
e faz-me mover lentamente,
ao sabor das ondas do teu corpo.
 
Vem...
joga-me para trás ,
com doçura.
E com tua força poética,
faz-me voltar lentamente
com a suavidade
dos teus versos.
 
Vem...
ao encontro do meu corpo,
até que eu me sinta
cega e embriagada.
Solte meus cabelos com
teu sopro provocante,
e prenda-os com os
tons mágicos
da tua poesia.
   
Vem...
e como o bailado dos sons
que se beijam nos tons
deste tango,
tatua tua boca na minha.
Me ame.
Confunda teu corpo com o meu,
como metades que desejam
ser apenas um...

Dança comigo...
Vem
?

 

Maria Poesia 29.06.2009






 
 
Enviado por Neusa Maria em 29/06/2009

Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.



Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Sonhos, Poesia e Psicologia