Maria Poesia

Psicanálise e a Poesia na Vida Cotidiana.

A gente inventa a vida para caber dentro dela.

Áudios

Tô com tanta saudade, que chega a ser maldade!
Data: 24/02/2010
Créditos:
Tô com tanta saudade que chega a ser maldade!

Publicado por: Teresapraia
Data: 13.11.2008
Locução: 24.02.2010


Autoria e interpretação: Teresa.
Música de Fundo: Gostoso Demais
(Maria Bethânia)
Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Tô com tanta saudade, que chega a ser maldade!

 

Cientistas confirmam que,
quando dois enamorados
se encontram, e se amam
jogam para o universo moléculas
tão valiosas, que de tanta força e energia
nelas contidas, conseguem neutralizar
o estado vibracional de milhares
de pessoas com ódio
no coração.
 

Pensando assim meu amado,
vamos ser generosos com o mundo.
Vem vibrar comigo vem....
...minha pele tem a memória da tua,
e quando elas se encontram,
soltam faíscas incandescentes,
que podem mandar aos céus
trilhões de lampejos,
de uma doce loucura,
tão escandalosamente deliciosa,
que pode reacender estrelas já cansadas...
Ou iluminar planetas escuros
e frios.

Vem...
Me beije com os beijos da tua boca...
Me enlace em ti...
faça roçar teu corpo no meu,
Apague este desejo fremente
De te amar intensamente.
Ah...meu querido vem....
Pois ...
*Tô com tanta saudade que chega
a ser até maldade!


Teresa 13.11.2008

 

* Expressão usada pela Katita, para o  Carlos Eduardo ...que eu "roubei" de tão linda e carinhosa que a senti.
Obrigada por me permitir usá-la como título na minha poesia!
Aos dois amigos queridos meu beijinho!!!

Enviado por Neusa Maria em 13/11/2008

Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.



Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Sonhos, Poesia e Psicologia